sábado, 28 de dezembro de 2013

Um cartão de "natal" atrasado!

Genteeeeee!!! 
O GRD ganhou seu "cartão de natal" só agora, depois do natal. (Brincadeira... )
Na verdade, quero compartilhar com vocês que o cartão de visitas do nosso espaço está prontinho!!! E no melhor estilo: Laminação fosca, verniz localizado, 4x4.
Daí alguém pergunta "E não tinha antes?!". Tinha sim. 
Todos os cartões de visitas que já tivemos (depois posso até colocá-los aqui) eram provisórios, fazíamos em pequena quantidades, nas chamadas "gráfica rápida". A necessidade de divulgação sempre existiu, mas a grana era pouca, então a gente se virava como podia.

Depois de algum tempo, com as visualizações de página e as curtidas na fan page crescendo diariamente, não se podia mais continuar nesse sistema de "improviso" (lembra o "provisório" que falei agora a pouco), então percebemos que chegava a hora de mudar... (mudar pra melhor, sem dúvida!)
Eu e Brisa conversamos sobre o layout, sobre qual a melhor forma de nos apresentar principalmente (não exclusivamente) aos futuros leitores e parceiros. 
Definidas as questões de forma e conteúdo, o trabalho de criação ficou por minha conta. (E eu nem gosto disso para dizer ao contrário!). Quando apresentei a primeira proposta a Brisa, por uma questão de afinidade entre nós duas, quase não houve ajustes posteriores. O trabalho então era só preparar o arquivo e enviar para a gráfica.

Não pude fazer boas fotos dos cartões pronto. Infelizmente minha câmera super zoom novinha - comprada em agosto - parece que pifou... (Graças a Deus não posso nem ficar me queixando disso porque, por outro lado, tenho sido tão abençoada... )

Mas para matar a curiosidade de vocês e claro, nos (ou me) amostrar um pouquinho, olhem aí o resultado... 


Nessa foto vocês podem ver a caixa onde vem o milheiro dos cartões (Leia-se mil cartões). Na verdade, posso dizer que aí tem mais de 1000 cartões, porque a gráfica que produz os meus trabalhos entrega inclusive os cartões que tiveram pequenas diferenças na aplicação do verniz localizado, por exemplo. E isso muitas vezes é imperceptível aos olhos menos treinados. 
Resumindo: O cliente ganha um pouco mais do que compra.
Só não digo o nome da gráfica porque o "segredo é alma do negócio" Rsrsrs ;)




Pra quem pensa que é "muito simples" fazer um cartão de visitas, posso afirmar que é simples, mas não é "muito" simples. Deu para entender? 
Só a preparação do arquivo precisa ser feita por alguém que realmente saiba o que está fazendo.
Você sabe que a frente do cartão é daquele jeito bonito que você fez ou quer, mas sabe como sinalizar o que é verniz localizado? E o que é o verniz localizado? Será aquele efeito brilhoso que contrasta com o restante da parte fosca do cartão? 
Vou usar a frente do cartão do GRD para exemplificar:

Essa é a frente, conforme ficou definido entre o cliente e o designer, digamos assim.

E aqui também é a frente, no entanto essa é a forma como se sinaliza a aplicação do verniz localizado.
Existem outras especificações que posso contar depois pra vocês.


Bem, espero que tenham gostado do post e claro, do cartão! Embora eu mesma deva admitir que ele está mais bonito pessoalmente
Se quiserem conhecer um pouco mais do meu trabalho como designer gráfica, cliquem aqui. (É só um "pouco" mesmo, porque esse álbum não está atualizado!)

Não posso deixar de agradecer a D. Auta Estalião que foi fundamental na decisão de criação e produção desses cartões. Vou dizer viu, parece que essa família Estalião é repleta de anjos... :)
E claro, tenho que dizer que a primeira foto desse post foi feita na mesinha de cabeceira amarela que a minha mãe pintou para o "meu quarto, minha vida" e sim, o quadro colorido no fundo também é obra dela! Modéstia (e babação) à parte, ela é talentosíssima no quesito "decoração e criatividade".

Até mais!!! 
Se Deus quiser, nos veremos ano que vem!!! Aliás, ótima virada de ano pra todo mundo!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...